2 de outubro de 2018

O PRIMEIRO CARRO A GENTE NUNCA ESQUECE

  e arquivado em    


Olá leitores, vamos chegando com mais uma postagem por aqui e hoje quero falar sobre um assunto muito especial, a compra do nosso primeiro carro e contar como foi a minha experiência com meu primeiro carro usado.



Acredito que todos nós sonhamos com o dia de completar dezoito anos e finalmente nos matricular na autoescola, pelo menos comigo foi exatamente assim! Como meu pai é motorista desde muito nova já tive algumas noções de direção mas o principal fato que me deixava tão ansiosa pelas aulas de autoescola era de um dia conseguir comprar meu próprio carrinho e ter minha tão sonhada liberdade!

Eu simplesmente sonhava a noite, que estava dirigindo rs, era algo que sempre quis muito mesmo, desde muito nova comecei a trabalhar para conquistar meu próprio dinheiro, paguei meus estudos com ajuda dos meus pais mas sempre tomei a frente da minha independência, e não há nada melhor do que podermos ir para qualquer lugar, a qualquer momento e com muita agilidade sem precisar pedir ou esperar por alguém.
Fiz as aulas a noite e aos finais de semana porque durante a semana trabalhava, foi bem cansativo mas sempre foi um grande sonho meu.



Pretendo fazer em breve um post dando dicas de como economizar um dinheirinho para investir em algo que queremos muito, mas o foco do post hoje será mesmo a aquisição do primeiro carro, que na maioria das vezes são os carros seminovos.


Acho que a melhor opção é um carro usado, lógico que se a pessoa tiver condições de adquirir um novo ótimo, mas com minha experiência acho que quando estávamos em fase de aprendizado, vale a pena investir nos seminovos, que inclusive com certa pesquisa é possível encontrar ótimas opções.

Me lembro até hoje das “barbeiragens” haha normais de quem acabou de pegar a habilitação! Já deixei morrer no sinal, já suei frio tentando estacionar... também passei apuros em ruas mais inclinadas... e já bati o meu carrinho uma vez bem no começo e foi tenso, sim apenas uma vez tanto eu quanto o segundo carro envolvido tivemos culpa, enfim. Depois que passar e olhamos para trás damos risada, é uma fase incrível mas é claro exige atenção e cuidado, carro e direção precisam ser levadas a sério!



Enfim, a vida muda muito depois da tão sonhada liberdade ser adquirida, há mais responsabilidades com certeza, mas vale a pena o esforço.

Meu primeiro carro foi um modelo Celta 1.0 beeem basiquinho na cor vermelha, muito econômico para rodar na cidade, por muito tempo trabalhei em uma cidade vizinha a minha e nada como um carro usado e econômico para o dia-a-dia.

Fora o celta existem várias opções de carros usados para quem está pensando em comprar seu primeiro veículo, tem o Gol, Ford Ká, Classic pra quem gosta de sedan, enfim, vai do gosto e das possibilidades financeiras de cada um.

Existem muitas opções de loja, mas vale pesquisar bastante e escolher uma de confiança, a LitoralCar por exemplo é um site excelente que você pode comprar e anunciar veículos, tem muitas opções e já no site é possível filtrar modelo, consultar as promoções... etc, para quem quiser conhecer vou deixar o link logo abaixo:



Há, outra dica legal para quem acaba de comprar o primeiro carro é investir num seguro legal, independente do carro ser financiado ou não pois hoje em dia a questão da segurança é bem complicado e infelizmente precisamos estar sempre preparados.



E esse foi o post de hoje, eu espero muito que tenham gostado da minha história, quis dividir com vocês e dizer principalmente que todo esforço vale a pena e será recompensado.

Um beijo grande e até o próximo post!


Fonte imagens: Pixabay
Comente pelo Blogger
Comente pelo Facebook
Comente pelo Google+

2 comentários :

  1. ah eu ja passei dos 30 e ainda nao dirijo, mas acho bem legal essa conquista do primeiro carro, com certeza algo pra se orgulhar

    www.tofucolorido.com.br
    www.facebook.com/blogtofucolorido

    ResponderExcluir



Curta nossa fanpage!